Como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim

Como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim
3 meses atrás

Todo cidadão tem os seus direitos. Por conta disso, quando passamos por alguma situação que, de alguma forma, viola esses direitos, é de grande importância tomar as devidas medidas para que haja um respaldo por lei.

Então, caso no seu ambiente de trabalho haja algum tipo de ação que viole os direitos previstos na Constituição das Leis Trabalhistas (CLT), com certeza você deve ir atrás para resolver a situação da melhor forma possível.

Dentro desse contexto, é possível que você se pergunte se há como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim ou mesmo se existe alguma forma de acompanhar o processo. Afinal, com certeza você vai querer saber do andamento.

Sendo assim, se você quer saber um pouco mais sobre o assunto e entender de todos os detalhes, é só conferir os próximos tópicos. Então, sem mais delongas, vamos ao que importa!

Onde consultar um processo trabalhista?

Se você tem se perguntado como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim, saiba que uma das formas de obter essa informação é entender através de quais modos se pode consultar o seu processo.

Inclusive, esse é um processo essencial, do qual todas as pessoas deveriam saber como fazer. Dessa forma, acaba com aquela ansiedade que alguns têm. Será que o processo foi aceito, ou teve alguma divergência que impediu o seguimento?

Será que as informações que enviei, como fotos e demais documentos, foram o suficientes? Perguntas como essas são comuns. Mas, quando você sabe como consultar o seu processo trabalhista, a margem para essas dúvidas se findam.

Afinal de contas, ao fazer a consulta do processo trabalhista, é possível obter todos esses tipos de informação, bem como entender em qual fase ele está. Mas, então, como posso consultar o meu processo trabalhista?

A verdade é que, nos dias de hoje, há mais de uma opção, o que é ideal para se encaixar nas necessidades de cada um. Por isso, nos tópicos seguintes, iremos falar um pouco mais sobre as possíveis formas de consultar o seu processo trabalhista.

Presencial

Caso queira, existe a possibilidade de fazer a consulta de forma presencial. Mas, nesse caso, deve-se saber em qual instância o processo está. Apenas depois disso é que se pode seguir em frente, então procure obter esse dado.

Com isso em mãos, basta ir até o Tribunal Regional do Trabalho da sua região. Chegando lá basta informar o seu desejo e entregar os devidos documentos para que seja possível dar seguimento à sua solicitação.

Online

Consultar por meio online com certeza é aquele que as pessoas mais procuram saber. Afinal de contas, ele é muito mais prático e fácil. Além do mais, como precisa apenas de um aparelho conectado à internet, é possível fazer a consulta a qualquer momento.

Mas o que é preciso para consultar o processo trabalhista por via online? Na verdade, é muito mais simples do que talvez você esteja imaginando. Para tal, a primeira coisa que você deve fazer é se direcionar ao site do tribunal.

Ao fazer isso, você irá se deparar com a página inicial, onde haverá um espaço escrito “consulta processual”. Bem ao lado desses dizeres, basta digitar o número do seu processo, contendo o dígito, ano, vara etc.

Em seguida, basta apertar em “Consultar”. Pronto, você já tem acesso ao seu processo e consegue ver a situação dele. Vale salientar que, caso você seja o Reclamante ou Reclamado, a Justiça do Trabalho possui um aplicativo celular, o qual também se pode fazer a consulta.

Para isso, basta entrar na Play ou App store e procurar pelo aplicativo “JTe – Justiça do Trabalho Eletrônica”. Faça o download, instale e siga o mesmo procedimento descrito acima.

Via Advogado

Caso você tenha dificuldade ao consultar o seu processo, é possível recorrer ao seu advogado para que ele lhe repasse essa informação. De todos, esse é o procedimento mais fácil, uma vez que o profissional se encarrega de fazer tudo.

Mas, além de ser fácil para você, também é cômodo para o advogado. E isso acontece porque isso deve ser feito pela internet. Em suma, basta entrar no site do TRT, mas em um portal para o advogado, o qual é específico para eles.

Então, ao adentrar nesta página, basta ir em “Consulta processual” e seguir os passos citados no tópico anterior. Contudo, existe a possibilidade de o advogado cadastrar o e-mail, a fim de receber todas as atualizações referentes ao processo. Mas, nesse caso, está disponível apenas para os físicos.

Além do mais, caso queira atendimento presencial, basta ir até a secretaria de vara ou da turma em que a ação tramita. Mas lembre-se, não se pode obter informação através do telefone.

Se meu Advogado não está acompanhando o processo, o que fazer?

Caso o seu advogado não esteja acompanhando o processo, e você queira saber como está o seu andamento, o que você pode fazer é consultar por conta própria. Então, basta seguir o passo a passo que indicamos nos tópicos anteriores.

Como saber se o processo trabalhista já foi pago?

Basta seguir as mesmas indicações descritas neste artigo para poder consultar o seu processo. Por intermédio da consulta, você consegue não apenas saber o status processual, mas também se ele já foi pago ou não.

Além do mais, no caso de o seu advogado acompanhar todo o processo, assim que sair o pagamento ele irá lhe informar. Por isso, fique tranquilo, pois há várias formas de obter esse tipo de informação.

Quais as etapas de um processo trabalhista?

Agora que já falamos como saber se um processo trabalhista está chegando ao fim, também é interessante que você saiba quais são as etapas. Em suma, elas se organizam da seguinte forma:

  1. Audiência de Instrução e Julgamento: trata-se da audiência para produzir as provas orais;
  2. Sentença: decisão dada pelo juiz;
  3. Recurso Ordinário: é quando uma das partes se sente insatisfeita com a sentença;
  4. Acórdão: quando os desembargadores tomam a decisão;
  5. Recurso de Revista: recurso contra o acórdão;
  6. Recurso Extraordinário: recurso contra a decisão de última instância;
  7. Liquidação da sentença: é quando se faz os cálculos;
  8. Cálculos homologados: quando o juiz dá o cálculo final;
  9. Agravo de petição: recurso para se opor a decisão do juiz na fase de execução;
  10. Execução: quando o devedor é intimado a pagar.